quarta-feira, 2 de novembro de 2011

CARL FRIEDRICH GAUSS: Vida e Obra

Essa pesquisa foi realizada pelas as alunas, Joseane Moura da Costa, Katiúscia Cavalcante Coelho e Paula Rejane Marques Gomes.

Trabalho solicitado pela a professora formadora Rosimeire Batistela da disciplina História da Matemática do curso de Licenciatura em Matemática Uneb/Uab, Pólo de Euclides da Cunha, grupo 6.




A Infância ...
Nascido em 30 de abril de 1777, na cidade Braunshweig da Alemanha, Johann Friedrich Karl Benz Gauss foi um dos matemáticos mais completos do século XIX. Era filho de camponeses pobres e em sua família humilde, contou apenas com apoio da sua mãe, Dorothea Gauss, e de seu tio, Friedrich, para estudar. Seu pai, Gerhard Diederich Benz, era um homem honesto, mas fazia objeções aos estudos do filho, pois acreditava que a honra de um homem era o trabalho árduo, e não os estudos.
Gerhard Diederich Benz, que já tinha sido pedreiro, jardineiro e construtor de canais, calculava e escrevia bem. Dorothea Gauss tinha poucas habilidades de leitura e mal sabia escrever. Gauss era filho único desta união e seu pai sempre pensou em orientá-lo para as mesmas profissões.
Mesmo com toda falta de incentivo do pai, Gauss demonstrava, desde cedo, sua aptidão para os estudos da Matemática. Aos três anos de idade já era capaz de realizar algumas operações aritméticas. Aos cinco já era capaz de multiplicar e dividir números de cabeça e decorar uma página de livro numa velocidade surpreendente.

Vida escolar...
Seu tio e sua mãe confiantes pela genialidade pródiga de Gauss, logo o incentivaram a estudar numa escola publica local. Foi em uma das salas de aula, aos dez anos de idade, que Gauss demonstrou uma grande habilidade em lidar com os números. Seu professor de Aritmética, Büttner, tinha solicitado que todos escrevessem os números de 1 a 100 e somassem esta sequência de números. Gauss, em instantes já lhe trazia o resultado que era 5050. Gauss percebeu que nesta sequência existiam 50 pares cuja soma é sempre 101, vejamos a ilustração no quadro abaixo:



Gauss viveu no período onde as forças do Conservadorismo europeu estavam sendo fortemente enfraquecidas pela corrente do Racionalismo que surgiu no final do século XVIII e impulsionou os estudos das ciências e inúmeras descobertas. Gauss, como futuro grande cientista, matemático, físico e astrônomo, fez jus à sua época e tornou-se um dos matemáticos mais completos de seu tempo.
Com ajuda de Bartels, homem rico e de grandes influencias com a corte alemã, Gauss conheceu o duque de Braunshweig que permitiu a sua entrada no colégio no Colégio Carolinun, onde estudou as obras de Euler, Lagrange e Newton. Seu próximo passo foi cursar Ciências na Universidade de Göttingen,
A partir de então foram inúmeras descobertas e dedicação exclusiva aos estudos. Para melhor visualizar a vida deste gênio, registramos na linha do tempo abaixo toda a sua trajetória:

Click nas imagens para visualizar







Como se observa na linha do tempo, no início do século XIX Gauss dedica-se mais a outras áreas de interesse como a astronomia e política Internacional. Chegou a ser conselheiro científico de governos como Dinamarca e Hannover. Entretanto, não tinha interesse pela fama, os grandes tesouros de sua vida segundo ele, sempre foram a matemática e a sua mãe Dorothea.
A vida de Gauss, de criança prodígio à grande matemático, encerrou-se em 23 de janeiro de 1855, deixando um grande legado para a ciências, em especial para a Matemática ( ver imagem abaixo). Após 43 anos de sua morte, foi publicado um diário com 146 anotações de Gauss, com permissão dos seus netos. Segundo registros, Gauss não teria divulgado tais descobertas antes, por considerá-las inferiores às anteriores.





Pesquisar sobre a biografia de matemáticos que fizeram parte da história da construção do saber é de grande importância para nossa formação acadêmica, uma vez que nos possibilita estreitar os laços entre o conhecimento e o contexto histórico em que este foi construído. Além disso nos possibilita
perceber que o saber matemático não é linear e muito menos uma verdade única e acabada, pois para chegarmos aos conceitos que hoje adotamos foi preciso que grandes homens confrontassem suas ideias, provando assim que o saber se refaz a cada nova descoberta.



Referências
• ENCICLOPÉDIA BARSA, Encyclopaedia Britannica Editores Ltda, Rio de Janeiro , 1979.
• RICIERI, Aguinaldo Prandini. Matemáticos Vida e Obra - Volume II – 1992. disponível em: www.miniweb.com.br/ciencias/artigos/karl_gauss.pdf. Último acesso : 01 de out. 2011.
• http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/seminario/gauss/gauss.htm. Último Acesso: 01 de out.2011.

2 comentários: